top of page

ANTT recebe comitiva de Angola para troca de experiências sobre transportes terrestres

Além do cenário atual dos transportes terrestres interestaduais e internacionais de cargas no Brasil e em Angola, encontro abordou aspectos de comunicação estratégica


A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) recebeu uma comitiva internacional da Agência Reguladora de Certificação de Carga e Logística de Angola (ARCCLA), na quarta-feira, 15, com o objetivo de troca de experiências quanto à comunicação estratégica e institucional. O encontro também serviu para uma troca de experiência sobre as relações institucionais da ANTT, o cenário atual dos transportes terrestres interestaduais e internacionais de cargas no Brasil e em Angola.


Higor Guerra, coordenador-geral de Relações Institucionais da Aespi deu seu parecer sobre o encontro. “Foi uma reunião muito produtiva, onde nós pudemos conhecer a realidade de uma agência reguladora africana, que tem apenas dois anos de funcionamento. Além disso, foi importante passar nosso conhecimento e experiência e ajudar um parceiro que está se estruturando em outro país”.


O evento foi conduzido pelo assessor especial de Comunicação da ANTT, Luis Alberto Agra. Foram exibidos vídeos institucionais da ANTT, e debatidos os desafios inerentes ao atual panorama da comunicação estratégica e institucional diante das inovações técnicas e científicas por meio das novas ferramentas de mídia, dos conteúdos e redes sociais.


Helénio Mangueira, diretor de Comunicação e Administração da ARCCLA, falou sobre a importância da troca de experiências entre agência de Angola e a do Brasil: “Nós viemos de Angola em busca das melhores práticas. Somos uma agência relativamente nova e venho com meus colegas para trocar experiências, uma vez que a ANTT está há 21 anos no mercado”.


A visita técnica da ARCCLA é parte do ANTT Coopera, programa que tem como objetivo estabelecer relações institucionais entre a ANTT e as entidades públicas e privadas em assuntos relacionados aos transportes terrestres, o que leva a Agência a assumir o protagonismo no desenvolvimento do setor de transportes terrestres por meio do intercâmbio de conhecimento e sua ampla experiência. Além do estímulo para disseminar as melhores práticas, valorizar a competência dos servidores da ANTT e racionalizar recursos humanos e financiamentos.


1 visualização0 comentário
bottom of page