top of page

Auxílio Caminhoneiro: confira as últimas novidades

Benefício é válido até janeiro de 2023 e segue tendo atualizações


No último dia 9, mais de 900 mil motoristas receberão duas parcelas do Auxílio Caminhoneiro. Selecionamos as principais notícias da semana sobre o tema.


PÁGINA PARA CONTESTAÇÕES

O Governo Federal anunciou que vai abrir uma página especial de contestações sobre o benefício. Portanto, os motoristas que não receberam o auxílio poderão reclamar. A data ainda não foi informada, mas o Ministério do Trabalho já informou que trabalha para disponibilizar o serviço logo.


Os bloqueios do programa podem ter ocorridos por diversos fatores. Entre eles estão:


CPF irregular

CNH vencida ou irregular

Motorista que já recebe auxílio-reclusão

Quem já recebe pensão por morte do INSS

Motorista com incapacidade para o trabalho e que receba o auxílio-invalidez

Uma mesma pessoa não pode receber o dinheiro do auxílio-taxista e de caminhoneiro


NOVA FASE DE BENEFICIADOS NO PIX CAMINHONEIRO

Na última segunda-feira (15), o Ministério abriu uma nova fase de atualizações no sistema para novos beneficiados. Então, o cidadão pode entrar no Emprega Brasil, ou na Carteira Digital do Trabalho, e fazer uma autodeclaração até o dia 29 de agosto.


Devem fazer esse informe os profissionais com cadastro em situação “ativo” no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTR–C), da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), mas que não tiveram registro de operação de transporte rodoviário de carga neste ano.


Caso seja aprovado, o motorista vai começar a receber, de forma retroativa, já no próximo dia 6 de setembro. Até o momento já foram pagas duas parcelas do benefício.


MINISTRO DIZ QUE AUXÍLIO CAMINHONEIRO PODE SER PERMANENTE

Na última segunda-feira (15), o Ministro do Trabalho e Previdência, José Carlos Oliveira, deu detalhes sobre pagamentos de benefícios do Governo Federal. Entre os principais ele sinalizou a possibilidade de manter o auxílio para motoristas por muito tempo.


“Eu não vejo problema dessa política se perpetuar. Não vejo que seja impossível isso acontecer. É claro que vai depender da situação econômica do Brasil e do mundo. Eu vejo com bons olhos que sigamos, assim como estamos fazendo no Auxílio Brasil, com essa distribuição de renda. O que depender de mim e do nosso presidente, pode ter certeza, vamos trabalhar para que esses benefícios se perpetuem sim”, disse ele.


Oficialmente o Pix Caminhoneiro vale até dezembro de 2022.


8 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page