top of page

Comércio exterior brasileiro tem maior valor da marca histórica em 2022

Na comparação mensal também houve bons resultados, além do comércio setorial


O comércio exterior brasileiro movimentou em importação e exportação aproximadamente US$ 607,7 bilhões em 2022, crescimento de 21,5% em relação a 2021 – o maior valor da série histórica, iniciada em 1989. Os dados são da Secretaria de Comércio Exterior mapeados pela Vixtra. Com o resultado, o país registrou um superávit de US$ 61,3 bilhões no ano passado.


As transações recordes aconteceram mesmo com os desafios enfrentados ao longo do ano, como os impactos da Covid-19 e, sobretudo, a Guerra na Ucrânia. “Em meio ao cenário instável, aumento de custos e outros incidentes, mantivemos um fluxo constante, aumentando a venda de outros produtos, em especial commodities, principalmente para outras nações e continentes, e isso foi crucial para que alcançássemos esse resultado”, explica Leonardo Baltieri, co-CEO da Vixtra.


Na comparação mensal, o Brasil também obteve bons resultados. Em dezembro, o país registrou US$ 21,9 bilhões em importações, crescimento de 12% em relação ao mesmo período de 2021. No acumulado anual, o patamar ficou em US$ 272,7 bilhões (aumento de 24,3% em relação ao ano anterior). O destaque foi para as importações vindas dos Estados Unidos, que aumentaram 30,3% em 2022, totalizando US$ 51,3 bilhões.


Já quanto aos setores, tivemos aumento na Indústria Extrativa, que cresceu 29% e somou US$ 2 bilhões, Indústria de Transformação, com 12,1% e US$ 19,3 bilhões, e Agropecuária, com 6,7% e US$ 500 milhões em Dezembro 2022.


As exportações também cresceram no período. Em dezembro, elas alcançaram US$ 26,7, crescimento de 14% em relação ao mesmo período do ano anterior. No acumulado de 2022, o patamar ficou em US$ 335 bilhões (aumento de 19,3% em relação a 2021). Destaque para a União Europeia com crescimento de 39,6% em 2022, e que registrou US$ 51 bilhões.


Fonte: Frota & CIA

2 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page