top of page

Com a presença do Sistema Transporte, evento debate os desafios do transporte mineiro

Durante o Conexão Transporte Mineiro, Vander Costa falou da importância da representatividade sindical e dos próximos passos para a reforma tributária


Foi realizado, nessa quinta-feira (14), o evento Conexão Transporte Mineiro, na unidade operacional do SEST SENAT de Uberlândia (MG). Organizada pelo Settrim (Sindicato das Empresas de Transporte de Carga e Logística do Triângulo Mineiro), em parceria com o Sistema Transporte e a Fetcemg (Federação das Empresas de Transporte de Cargas do Estado de Minas Gerais), a iniciativa buscou integrar e fortalecer as empresas do setor em todo o estado.


O presidente do Sistema Transporte, Vander Costa, que esteve no evento, destacou a importância da representatividade sindical para o setor transportador, ressaltando o papel das federações e sindicatos na formulação de políticas institucionais. “A representatividade é importante, e temos o sistema sindical e as federações, que unem os sindicatos para chegarmos à Federação, que é responsável pela política institucional”, enfatizou Costa, sublinhando a necessidade de união para enfrentar os desafios e buscar soluções para o transporte em todo o Brasil.


Vander Costa também falou sobre a reforma tributária e a necessidade de garantir que as conquistas para o setor de transporte, alcançadas durante a aprovação, no ano passado, sejam asseguradas. “A regulamentação da reforma tributária será um dos temas de destaque da agenda do Congresso Nacional em 2024 e um dos pontos de atenção do Sistema Transporte ao longo de todo o ano.”


Participaram do encontro o presidente do Settrim, Cleiton César; o presidente da Fetcemg, Sérgio Pedrosa; o diretor da ANTT, Luciano Lourenço; e o secretário geral da OAB Minas, Sanders Augusto. As palestras e debates abordaram o papel vital do transporte de cargas e logística para a economia mineira, os investimentos estratégicos para a infraestrutura de transporte da região e questões relacionadas a negociações coletivas.


Fonte: CNT

3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page