top of page

Ecovias do Cerrado iniciará projeto para pesagem veicular em movimento

Fiscalização será com tecnologia que dispensa parada em balanças fixas na rodovia


A Ecovias do Cerrado foi autorizada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) a instalar, de forma experimental, quatro balanças de Pesagem Veicular em Movimento ao longo dos 437 quilômetros concessionados das BRs 364 e 365, entre Jataí-GO e Uberlândia-MG. A concessionária será a primeira do País a implantar a tecnologia, que tem como diferencial a pesagem dos veículos comerciais de forma plena e não apenas de maneira seletiva ou como triagem, contribuindo para a regulamentação e fiscalização do transporte de carga em completa substituição ao modelo tradicional, que necessita das estruturas dos Postos de Pesagem Veiculares (PPVs) fixos.


O projeto foi autorizado pelo termo aditivo 001/2023, assinado no dia 26 de junho de 2023 com a ANTT. A previsão é que as duas primeiras balanças iniciem a operação já no segundo semestre deste ano, no km 640 da BR-365, em Uberlândia-MG, e no km 107 da BR-364, em Cachoeira Alta-GO. Já os outros dois equipamentos serão operacionalizados a partir de 2024.


As balanças serão implementadas com a tecnologia High Speed Weigh in Motion (HS-WIM), que utiliza câmeras e sensores instalados na rodovia para detectar o peso das cargas transportadas. A medição é feita de forma instantânea após o veículo passar sob um pórtico montado sobre a via, sem a necessidade de reduzir a velocidade.


O cronograma contempla a instalação dos pórticos e da tecnologia de pesagem em movimento na velocidade da via, que após a homologação do Inmetro, estará apta para fiscalizar de forma remota o excesso de carga.


Segundo explica o Gerente de Atendimento ao Usuário da Ecovias do Cerrado, Bruno Araújo Silva, a otimização do processo fiscalizatório é uma das vantagens que o sistema possui sobre o modelo tradicional.


“Um Posto de Pesagem Veicular (PPV) comum tem uma capacidade operacional reduzida, que depende, por exemplo, da triagem de veículos ou do espaço disponível em um pátio. Com o HS-WIM, no entanto, a pesagem fica muito mais efetiva, já que o sistema consegue monitorar todos os veículos comerciais que passam pela rodovia, o que aumenta a detecção dos excessos de carga”, afirma.

Essa maior eficiência traz benefícios a todos os usuários, visto que ajuda a diminuir o desgaste do pavimento e a ocorrência de acidentes provocados por veículos com sobrecarga. “Aos transportadores, há o benefício adicional de evitar alguns atrasos no tempo de viagem comumente causados pelo sistema de pesagem nas balanças tradicionais, além de promover a competição justa no setor de transportes”, complementa Bruno.


Assista ao vídeo explicativo sobre o HS-Wim pelo link: https://flic.kr/s/aHBqjAKex7


Entenda como funciona o Sistema de Pesagem em Movimento

- Pórtico com câmeras e sensores é instalado na rodovia;

- Veículos de carga passam sob a estrutura, dentro da velocidade limite da via;

- Equipamentos fazem a pesagem em tempo real, sem necessidade de parada;

- A pesagem é automatizada para todos os veículos de carga, não operando apenas com triagem ou de forma seletiva.


Vantagens do sistema

- Monitoramento de todos os veículos pesados;

- Maior eficiência na fiscalização;

- Aumento na detecção de sobrecargas;

- Diminuição do desgaste da rodovia;

- Mais segurança viária;

- Promoção da competição justa no setor de transportes.

12 visualizações0 comentário
bottom of page