top of page

Ferrovias autorizadas somam R$ 131,7 bilhões em investimentos

Com os novos contratos assinados esta semana, o número de ferrovias autorizadas subiu para 32


Os estados da Bahia, de Goiás e do Mato Grosso terão novas ferrovias propostas pela iniciativa privada pelo regime de autorização. Durante solenidade em Brasília nesta quarta-feira (26), o Ministério da Infraestrutura (MInfra) e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) assinaram o desenvolvimento de cinco novos projetos de linhas férreas.


Com os novos contratos, subiu para 32 o número de ferrovias já autorizadas pelo Governo Federal. São empreendimentos que cruzam 15 unidades da Federação, somam R$ 131,7 bilhões em investimentos projetados e representam um acréscimo de mais de 9,6 mil quilômetros à rede ferroviária nacional.


Receberam autorização nesta quarta as empresas Rumo, VLI e Petrocity. As estradas de ferro serão executadas com recursos 100% privados, conforme previsto no Marco Legal das Ferrovias, o qual possibilitou a atuação da iniciativa privada no setor, mediante permissão do Governo Federal.


“Esses projetos terão grande impacto social e econômico. Três deles intensificarão o transporte de cargas na região Centro-Oeste; os outros dois, o escoamento de nossa produção pelo futuro porto de Ilhéus (BA), pois são empreendimentos que se conectarão com a Ferrovia de Integração Oeste-Leste, a Fiol”, afirmou o ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio.


Fonte: Frota & CIA

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page