top of page

Governo Federal inclui ônibus e caminhões no programa de descontos

Para estimular a troca de veículos com mais de 20 anos em circulação, o governo instituiu descontos entre R$ 33,6 mil e R$ 99,4 mil


O Governo Federal incluiu caminhões e ônibus no programa para reduzir os preços de carros novos de até R$ 120 mil. O desconto para o comprador de caminhão ou ônibus vai variar entre R$ 33,6 mil e R$ 99,4 mil. No caso desses veículos, o beneficiário deverá tirar de circulação veículos com mais de 20 anos, que deverão obrigatoriamente serem destinados para reciclagem.


O anúncio foi feito ontem (5) em entrevista coletiva do ministro Fernando Haddad (PT) e do ministro de Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), o vice-presidente Geraldo Alckmin.


Os descontos serão concedidos até o limite da demanda, que é de R$ 300 milhões para ônibus, R$ 700 milhões para caminhões e R$ 500 milhões para carros, beneficiando, inicialmente, os motoristas autônomos. A verba desse pacote será subsidiada pela volta da cobrança de impostos federais sobre o diesel. O programa terá duração de quatro meses e não será renovado.


O programa

Inicialmente criado para resgatar as vendas do “carro popular”, o programa foi reformulado para abranger caminhões e ônibus. O objetivo é promover a renovação de frota para tirar de circulação veículos com mais de 20 anos. O governo espera que a entrega dos veículos antigos às sucatas proporcionem ganhos adicionais à indústria.


O programa governamental de R$ 1,5 bilhão foi instituído com o intuito de reduzir os preços dos caminhões, ônibus e carros populares. Esses segmentos possuem um histórico de dificuldade de ampliação de vendas diante do cenário de juros altos. Além disso, a queda no poder aquisitivo populacional é um dos geradores dessas reduções.


“Se Deus quiser, esse crédito vai se esgotar rapidamente”, comentou Fernando Haddad. Na visão do ministro, o programa automotivo deverá incrementar a competição entre as montadoras por mais descontos. O ministro destacou que haverá uma demanda por caminhões, ônibus e vans, o que permitirá retirar das ruas veículos antigos e poluidores, num “círculo virtuoso” positivo.


Fonte: Frota & CIA

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page