top of page

Governo promete solução para BR-381 e novas concessões para ainda este ano em Minas Gerais

Anúncio aconteceu nesta quinta-feira (8) e contou com a participação do presidente do Sistema Transporte, Vander Costa, e de empresários mineiros do transporte de cargas e passageiros



Antiga demanda do setor transportador, as obras de duplicação e melhoria da BR-381 – que liga Belo Horizonte ao Espírito Santo – agora contarão com aportes e execução do próprio governo federal no trecho que vai da capital mineira até Caeté, na Região Metropolitana. Com isso, a União pretende assumir um dos trechos considerados mais complexos das intervenções necessárias e garantir maior atratividade para uma nova tentativa de leilão de concessão da rodovias, que já se mostrou deserto em três oportunidades.


O anúncio foi feito pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em cerimônia realizada nesta quinta-feira (8), em Belo Horizonte (MG), que contou com a presença do presidente do Sistema Transporte, Vander Costa; de empresários mineiros do transporte de cargas e de passageiros; do governador de Minas Gerais, Romeu Zema; do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco; de diversos ministros de Estado e de outras autoridades.

A promessa é que o edital de licitação para o projeto seja publicado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) em abril. O investimento público, segundo o governo, trará solução mais rápida para os problemas da rodovia, além de aumentar a atratividade do ativo federal, que deve ir a leilão neste ano, podendo injetar, de acordo com o Ministério dos Transportes, R$ 10 bilhões em obras e serviços operacionais ao longo da BR.


“Entendemos que o recurso privado tem que ter uma lógica de retorno, senão ninguém investe. Por isso, estamos melhorando o projeto e dividiremos os riscos, duplicando os lotes 8A e 8B, um dos trechos mais complexos da rodovia”, afirmou o ministro dos Transportes, Renan Filho, durante a solenidade.


Na cerimônia, o governo anunciou ainda novos leilões de concessões de outras rodovias importantes que cortam o estado, como a BR-040, além de outros investimentos no âmbito do PAC que chegam a R$ 121,4 bilhões, segundo o governo.


Com informações do Ministério dos Transportes

Foto: Palácio do Planalto

Fonte: CNT

10 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page