top of page

Na Câmara, Sistema Transporte debate digitalização e desburocratização


O Sistema Transporte participou, na terça-feira, 9, na Câmara dos Deputados em Brasília (DF), de uma audiência pública promovida pelo Grupo de Trabalho sobre Alternativas Digitais de Tributação e Desburocratização. Na audiência, o Sistema Transporte foi representado pelo gerente Executivo de Inovação em Tecnologia do SEST SENAT, Felipe Albuquerque.


Na ocasião, Albuquerque falou da experiência do SEST SENAT com a questão da transformação digital, que está presente no planejamento estratégico da instituição, mais especificamente no objetivo de incorporar inovação nos processos. Segundo o gerente, o direcionamento do trabalho de digitalização, nos últimos dois anos, é para aumentar a experiência do usuário.


“É importante pensar não só na digitalização dos serviços, mas em aumentar a experiência do usuário. Se você apenas digitalizar um processo que já existe e ele é ineficiente, você vai passar a só errar mais rápido. A gente precisa reinventar ao mesmo tempo que a gente digitaliza”, destacou Albuquerque.


Entre os participantes da audiência pública, foi unânime a percepção de que, com a transformação digital alcançando os processos da administração pública, o Poder Público deve buscar alternativas para reduzir a burocracia. Assim, será possível diminuir o chamado Custo Brasil. Mas os debatedores alertaram que, para que isso ocorra, é fundamental a digitalização não apenas dos serviços e processos do governo federal, mas também de estados e municípios.


A audiência teve participação do relator do GT, deputado Julio Lopes (PP-RJ), além de representantes da Associação Brasileira das Empresas de Software, da Câmara Brasileira de Economia Digital, da Fecomercio (SP), da Confederação Nacional do Comércio, do SEBRAE Nacional, da FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), e da FIRJAN (Federação das Indústrias do Rio de Janeiro).


O deputado Julio Lopes (PP-RJ) apresentou seu plano de ação com nove áreas de gestão governamental sobre as quais o colegiado deve se debruçar para buscar soluções de simplificação da vida do cidadão: administração tributária; moeda e sistema financeiro; saúde pública; desenvolvimento social; eventos climáticos extremos; educação; monitoramento dos biomas brasileiros e Amazônia; saneamento; e administração pública e governança.


O coordenador do GT sobre Digitalização e Desburocratização, deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), disse que o grupo deverá concluir os trabalhos até 13 de junho.


Fonte: Frota & CIA

2 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page