top of page

Ocorrências no transporte de produtos perigosos aumentam em 2021

Em 2020, a média era de 78,25 ocorrências por mês. Já em 2021, a média foi de 91,25 ocorrências


Levantamento estatístico aponta um total de 1.095 ocorrências (acidentes e incidentes) no transporte rodoviário de produtos perigosos em 2021. Sendo assim, uma média de 91,25 ocorrências por mês. Esse número teve uma elevação em relação ao ano de 2020, que apresentou um total de 939 ocorrências, tendo a média de 78,25 por mês.


Segundo o levantamento, os líquidos inflamáveis, compostos por produtos perigosos da Classe de Risco 3, são os que mais tiveram algum tipo de ocorrência, sendo 640 casos. De todos os eventos, 40% foram causados por avaria mecânica e 488 casos não tiveram, como consequência, nenhum tipo de contaminação ao meio ambiente.


As informações foram divulgadas pela A Associação Brasileira de Transporte e Logística (ABTLP).


De acordo com o vice-presidente da ABTLP, Sérgio Sukadolnick, conhecer os locais de maior frequência de acidentes, o tipo de veículos/equipamentos e principalmente a análise das causas e suas consequências são importantes para diminuir a incidência naquela região, independentemente do número de ocorrências. “As análises dos dados identificam possíveis ações de prevenção ou de mitigação dos efeitos de um acidente com produto perigoso. Agora com os dados comparativos será possível identificar se as regras e os procedimentos estabelecidos conferem melhorias na redução destes eventos”, completa o vice-presidente.


O transporte de produtos perigosos é uma atividade totalmente regulamentada que envolve diversos agentes, e não só a empresa de transporte. Um acidente no deslocamento desses produtos alcança responsabilidades nas esferas administrativa, civil e criminal. Dependendo do dano causado, pode acarretar obrigações de reparação, de indenização ou de compensação.


Fonte: Frota & CIA

3 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page