top of page

Sustentabilidade no setor portuário é tema de guia lançado na CNT

Entidades do aquaviário divulgaram, publicação que utiliza abordagem ESG


O “Guia de Melhores Práticas de Sustentabilidade Portuária: A Estratégia ESG” lançado nesta terça-feira, 28, na sede da CNT em Brasília (DF), reúne 42 melhores práticas ambientais; 43 sociais e 13 de governança – tanto para portos públicos quanto para os privados. Resultado de um estudo conduzido pelo Grupo de Pesquisa LabPortos da UFMA (Universidade Federal do Maranhão), em parceria com a ATP (Associação de Terminais Portuários Privados) e a Abeph (Associação Brasileira das Entidades Portuárias e Hidroviárias), o estudo é pioneiro em aplicar indicadores ESG (ambiental, social e governança) ao setor portuário.


Seu objetivo é ser “uma bússola para a compreensão da sustentabilidade, para a sensibilização e para a adoção de boas práticas para o setor”, definiu o professor Sérgio Cultrim, coordenador técnico do estudo.


O presidente da CNT, Vander Costa, compôs a mesa da cerimônia. Também estiveram presentes: o almirante Murillo Barbosa, diretor-presidente da ATP; Luiz Fernando Garcia da Silva, presidente da Abeph; Flávia Nico, representante da Secretaria Nacional de Portos e Transportes Aquaviários; Eduardo Ney, diretor geral da Antaq (Agência Nacional de Transportes Aquaviários); Janaína Cunha Vieira, coordenadora de Licenciamento Ambiental de Portos e Estruturas Marítimas do Ibama; o deputado federal Edinho Bez (MDB-SC), representando a Frenlogi (Frente Parlamentar Mista de Logística e Infraestrutura); entre outros.


Fonte: Frota & CIA

1 visualização0 comentário
bottom of page