top of page

Hidrovias do Brasil opera maior comboio do país

Com a aprovação para operar com 35 barcaças, a empresa garante aumento na capacidade transportada nos rios da região Norte do país


A Hidrovias do Brasil é pioneira na operação do maior comboio do Brasil, composto por 35 barcaças. A capacidade de transporte de até 70 mil toneladas e dimensões de 346 metros de comprimento e 75 metros de largura. A navegação acontecerá nos rios Tapajós, Amazonas e Pará, no Arco Norte, onde o comboio passa pelo trecho saindo de Itaituba (PA) em direção à Barcarena (PA).


Com aumento em 40% na capacidade de transporte, quando comparado aos comboios atuais da Companhia de 25 barcaças, será possível levar mais carga em uma única viagem. Segundo a empresa, isso garante ganhos na eficiência, redução de aproximadamente 10% no combustível por tonelada movimentada e consequente redução na emissão de carbono por tonelada transportada.


A ação está alinhada às metas de mudanças climáticas do Compromisso Sustentável assumido pela Companhia, que visa apoiar a descarbonização do sistema logístico brasileiro. Na comparação com o modal rodoviário, o comboio substitui aproximadamente 1.666 caminhões por viagem.


“A nossa busca por melhoria contínua é incessante e a prova disso é esse projeto: desde o início das operações em navegação, em 2016, tivemos um crescimento em 118% no volume transportado por viagem e redução de 58% no custo operacional. Essa iniciativa se alinha ao objetivo da Companhia em entregar as melhores soluções de logística integrada de maneira segura, sempre com eficiência, inovação e sustentabilidade” destaca Gleize Gealh, Vice-Presidente de Operações da Hidrovias do Brasil.


A companhia possui operações nos corredores logísticos do Norte do país e na hidrovia Paraguai-Paraná, bem como no Porto de Santos, e entende a necessidade de investir em inovação e aprimorar continuamente as técnicas sustentáveis, trazendo benefícios para toda a cadeia relacionada à Hidrovias do Brasil.


Fonte: Frota & CIA

4 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page