top of page

Transporte de cargas aposta em reconhecimento facial para reduzir fraudes

Em 2022, a tecnologia já freou mais de 2 milhões de tentativas de fraudes


A segurança é ainda um dos principais gargalos que o setor logístico enfrenta. Com uma frota estimada de 2,5 milhões de veículos, as cerca de 266 mil empresas, os 847 mil transportadores autônomos e as 519 cooperativas do transporte rodoviário de cargas sofreram, somente em 2021, com 14.400 ocorrências de roubos*.


Segundo dados da Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística, as fraudes causaram um prejuízo de mais de R$ 1,2 bilhão ao segmento ano passado.


Uma das soluções que pode reduzir, consideravelmente, o número de roubos de cargas e ações de quadrilhas de fraudadores, é a biometria facial.


A Unico está levando essa tecnologia ao setor de logística por meio do Unico Check, uma solução de autenticação de identidades que, através do reconhecimento biométrico facial, pode comprovar se a pessoa que está ao vivo, diante da câmera, é realmente a mesma dona do CPF.


“O processo de identificação dos motoristas e veículos, o rastreamento e o controle das rotas, são essenciais para tornar o transporte rodoviário de cargas mais seguro. A tecnologia de biometria facial, muito usada no mercado financeiro, é uma das soluções que atende perfeitamente esse público porque reduz consideravelmente o ingresso de fraudadores no setor”, explica Sílvia Andrade, diretora de parcerias da Unico.


FRETEBRAS USA A BIOMETRIA FACIAL

A Fretebras, por exemplo, é uma das empresas investindo na biometria facial para segurança de seus usuários e parceiros. Há cerca de dois meses utilizando a tecnologia Unico Check, a Fretebras já autenticou mais de 260 mil caminhoneiros.


“Ganhamos em agilidade e segurança. A biometria facial permitiu fazer a autenticação de identidade dos caminhoneiros de forma simples e efetiva pois, despois de cadastrado, ele não precisa mais inserir senhas e códigos. Seu rosto é sua assinatura e garantia de segurança”, comenta Michael Bogajo, Head de Risco e Prevenção à Fraude da Fretebras.


Somente neste ano de 2022, a Unico autenticou mais de 100 milhões de transações e conseguiu impedir mais de 2 milhões de tentativas de fraudes em diversos setores da economia.


“A tecnologia de biometria facial identifica e mapeia uma série de pontos no rosto de uma pessoa, gerando uma sequência numérica para cada indivíduo. Essa sequência é única, por isso o uso da tecnologia na logística não só auxilia na redução de roubos, mas também atua em todo o processo de controle da carga, uma vez que o motorista pode se identificar no recebimento da mercadoria, e na entrega. Além disso, facilita e agiliza toda a gestão de documentos e notas fiscais digitais para controle”, completa Andrade.


Fonte: Frota & CIA

1 visualização0 comentário
bottom of page