top of page

Trimble usa IA para predizer acidentes na gestão de frotas


A Trimble Transportation Latam lançou uma ferramenta de processamento de dados na gestão de frotas que utiliza a Tassi, Inteligência Artificial (IA) da empresa, para fazer uma predição de acidentes e assim evitar tais ocorrências.


A funcionalidade, apresentada na Fenatran 2022, acompanha as novidades do portfólio da companhia que fornecem inteligência de dados para otimizar a tomada de decisão dos gestores de frota e garantir mais segurança do trânsito.


Isso porque, segundo dados divulgados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), em 2021 as rodovias federais registraram mais de 5 mil mortes em acidentes. Os números também mostram que houve, entre 2020 e 2021, aumento no número de acidentes nas estradas federais, de 63.548 em 2020 para 64.441.


O recurso de predição, além de possibilitar maior eficiência na gestão, contribui com a responsabilidade social das empresas de logística em atuar para redução destes índices.


Diferença entre prevenção e predição de acidentes

A prevenção faz parte de um trabalho educativo que alerta sobre situações e comportamentos de risco a serem evitados. Já a predição é uma leitura detalhada feita pela IA do histórico de cada motorista que aponta em qual nível a probabilidade de que ele se envolva em algum acidente se encontra.


Os dados usados são extraídos dos sistemas de telemetria e do monitoramento por vídeo embarcados no caminhão, analisados pela Tassi e reunidos em uma interface prática de Business Intelligence (BI) própria para os administradores, o Vfleets.


“A nossa Inteligência Artificial trabalha para os gestores de frotas. Não adianta fazer o monitoramento dos motoristas e somente informar os dados para os gerentes sem oferecer uma leitura inteligente deles. Interpretar dados é ter mais controle para ser eficaz nas decisões”, explica Dalton Swain Conselvan, Diretor da Trimble Transportation Latam.


Fonte: Frota & CIA

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page