top of page

SISTEMA CNT REPUDIA ATOS CRIMINOSOS PRATICADOS NA SEDE DOS TRÊS PODERES

Em ofício enviado aos presidentes dos Três Poderes da República, o presidente da CNT manifestou sua indignação e solidariedade


Imagem: CNT


O Sistema CNT repudia publicamente os atos criminosos ocorridos no último domingo (8), em Brasília, quando as sedes dos Três Poderes da República foram invadidas e depredadas. Em ofício enviado, nesta segunda-feira (9), ao presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva; à presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Rosa Weber; ao presidente do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco; e ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, o presidente da CNT, Vander Costa, manifestou sua solidariedade e indignação.


“O Sistema CNT, formado pela Confederação Nacional do Transporte, pelo SEST SENAT e pelo ITL (Instituto de Transporte e Logística), une-se aos Poderes constituídos da República para demonstrar sua indignação e desprezo em relação aos atos antidemocráticos e golpistas em Brasília, e para reafirmar sua solidariedade e máximo respeito às instituições atacadas”, destaca Vander Costa.


Segundo o presidente da CNT, as destruições promovidas nas sedes dos Três Poderes representam verdadeiro menosprezo dos criminosos não só com a história, a cultura e o patrimônio do povo brasileiro, mas, fundamentalmente, com os valores republicanos mais caros – sendo o principal deles a democracia. Vander Costa afirma que o Sistema CNT repudia com veemência tais atos criminosos e se une às demais instituições democráticas do país no desejo de que a justiça seja feita, com a identificação e punição exemplar dos responsáveis conforme determina a Lei.


“De parte do Sistema CNT, além do repúdio a tais ações e de nossa solidariedade aos Poderes da República, colocamo-nos à disposição para auxiliar, no limite de nossas possibilidades, para a recuperação e restauração dos bens depredados, no desejo sincero do retorno mais célere possível da normalidade nos edifícios sede dos Três Poderes, patrimônio de todos os brasileiros”.


Fonte: CNT

2 visualizações0 comentário
bottom of page