top of page

Investimento federal em rodovias ganha impulso em Santa Catarina

Reforço chega a R$ 1,3 bilhão em 2023 e vai permitir entregas importantes como a duplicação da BR-470/SC e da BR-280/SC


Cinco vezes maior que o aplicado no ano passado e maior que a soma de 2020, 2021 e 2022. Este é o tamanho dos R$ 1,3 bilhões previstos pelo Governo Federal, por meio do Ministério dos Transportes, no orçamento público para aplicar em obras de rodovias federais em Santa Catarina. Com o valor, o estado vai experimentar um grande impulso na infraestrutura rodoviária nos próximos anos.


Nos três anos anteriores, foram aplicados em Santa Catarina aproximadamente R$ 1,2 bilhão, com os valores caindo de 2020 para 2022. Respectivamente, houve a aplicação de R$ 558 milhões (2020), R$ 350 milhões (2021) e R$ 264 milhões (2022). Os números foram destacados pelo ministro dos Transportes, Renan Filho, ao vistoriar as obras do Contorno de Florianópolis, na BR-101/SC – realizada pela concessionária Arteris – e das duplicações da BR-470/SC e da BR-280/SC, executadas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).


O reforço no orçamento para rodovias só foi possível com a aprovação da Emenda Constitucional 126/2022, que garantiu a manutenção de programas sociais como o Bolsa Família e o Farmácia Popular. Na visão do ministro, a aprovação do Novo Regime Fiscal e da reforma tributária vão manter e até aumentar este patamar de investimento a partir do próximo ano.


Renan Filho estava acompanhado pela secretária nacional de Transporte Rodoviário, Viviane Esse; pelo diretor-geral substituto do DNIT, Fabrício Galvão; pelo diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres, Rafael Vitale; e parlamentares catarinenses. “A população catarinense precisa ver obras entregues. Essa é a recomendação do presidente Lula, ou seja, não teremos nenhuma obra parada no Brasil nem as entregues a iniciativa privada, nem as obras públicas”, disse o ministro.


Investimentos privados

Maior obra de infraestrutura rodoviária do país, o contorno viário de Florianópolis é um projeto que vai dar fluidez ao trânsito na região com o desvio do tráfego de longa distância do eixo principal da BR-101. O projeto e execução são da Concessionária Arteris Litoral Sul, que já investiu R$ 2,5 bilhões no empreendimento, que está 80% concluído e deve ser entregue à população até dezembro deste ano.


A Arteris assumiu a concessão em fevereiro de 2008, durante o segundo mandato do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. O projeto contempla um corredor expresso de 50 quilômetros, com pista dupla, seis acessos por trevos, quatro túneis duplos, sete pontes e 20 passagens em desnível. “Vamos no fim do ano entregar essa obra que é a maior do país. O contorno Viário de Florianópolis é uma obra relevante internacionalmente e nós vamos acompanhar e cobrar”, disse o ministro Renan Filho.


Mais desenvolvimento

Em Blumenau, o ministro dos Transportes vistoriou as obras do viaduto do bairro Badenfurt, no lote 3, na entrada de Pomerode, e liberou o tráfego de outro viaduto na BR-470/SC, no km 38, em Gaspar. O trecho ganhou ainda, mais um quilômetro de pistas duplicadas em Indaial. As obras do viaduto vão facilitar o deslocamento dos moradores e trabalhadores do entorno.


Conforme o ministro Renan Filho, as obras da BR-470/SC estão aceleradas. “A BR-470/SC já tem cerca de 35 quilômetros duplicados e isso aconteceu ao longo dos últimos 10 anos. Isso dá uma média de 3,5 quilômetros de duplicações entregues por ano. Só este ano nós já entregamos cinco quilômetros. Até o final do ano nós vamos entregar mais 10 quilômetros e nós temos recursos para avançar a obra”, declarou Renan Filho.


Após a BR-470/SC, a delegação do Ministério dos Transportes fez vistoria técnica nas obras de duplicação da BR-280/SC. No km 66 da rodovia estão em execução dois túneis (um para cada sentido). O empreendimento já recebeu cerca de R$ 706 milhões, de um total de R$ 1,6 bilhão necessários para a execução total.


Em Guaramirim foi liberado 1,6 quilômetros de trecho duplicado da BR-280/SC. O segmento fica entre o km 49,1 e 50,7 da rodovia. Executadas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), as obras de duplicação da BR-280/SC, são divididas em três lotes. O DNIT executa a implantação de novas pistas em um trecho de 73 quilômetros, entre São Francisco do Sul (km 0) e Jaraguá do Sul (km 73).


Fonte: Frota & CIA

3 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page